Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

Ponto

Hoje passei a acreditar – ou aceitar - que quando amamos alguém é preciso dizer. Sem medos de arrependimentos, é preciso dizer que se ama. Então, é por isso que estou agora aqui. É por isso que viajei todos esses quilômetros para te ver. É por isso que voltei e estou aqui com esse sorriso torto que já te encantou um dia, para dizer: eu te amo e só. Só isso. Não, quer dizer, me desculpe. Não é só. Eu gostaria muito de segurar suas mãos agora, estamos tão próximos e eu não posso fazer isso, simplesmente porque eu tremeria. Perdoe-me por ter desistido tão rápido de você, por não ter tido coragem de levantar a cabeça e te pedido pra ficar. Perdoe por ter te feito dormir sozinho todos esses dias. Não pense que decidi voltar por me sentir sozinha, não. Por favor, não pense. Ao contrário, já estive com tantos caras legais e engraçados durante esse tempo, mas na manhã seguinte nada fazia sentido, porque eu ainda desejava você. Renato me perdoe, por favor. Não peço e jamais pedirei para que voc…