Pular para o conteúdo principal

amim


Não me deixarei secar – digo a mim mesma firmemente - nem esfriar esse meu coração teimoso. Não permitirei que o meu brilho se apague e meus braços acolhedores se cruzem. Não é uma promessa, porém não deixarei mais o meu sorriso se esconder em algum lugar isolado aqui dentro.
Ás vezes me pego com esse pensamento tolo de que nada vale a pena, então viro as costas para o mundo, para minha vida. E nessas vezes acredito, também, que sorrir requer um motivo convincente, um esforço demais para uma jovem como eu. Tão boba que sou, acredito que o amor é coisa de gente grande e que viver é cansativo.
Não posso me deixar adoecer dessa maneira. Um sorriso não precisa de tanto esforço, afinal. Nunca precisei de muito para fazê-lo. É fácil, há um motivo em cada detalhe, se apenas nos esforçamos para enxerga-lo. A vida é bonita – digo para mim mesma. Só preciso confiar mais na canção: tudo o que preciso é de amor. Isso é realmente verdade.
O meu drama em relação a esse tal de amor precisa terminar, entregar-me-ei sem medo do que poderá ocorrer para aquele que me prova todos os dias que me fará bem. Não me abrigarei mais na sombra da solidão por receio de ser feliz, de arrependimentos futuros. Serei feliz mais vezes por dia.
Não me tornarei um monstrinho rancoroso, só porque um amor desses da vida me magoou. Ao contrario, tornar-me-ei mais carinhosa, mais amorosa, uma pessoa melhor do que já fui justamente por ter um amor que me cura.
O que ficará no fim de tudo, afinal, no fim da vida, é a lembrança de quem eu fui. Não quero olhar para trás e me arrepender das coisas que fiz ou das que deixei de fazer, sentir vergonha do meu passado. Quero fazer algo bom para alguém, hoje. Salvar uma vida, amanhã. Salvar um coração, secar uma lágrima. Todo mundo só precisa de alguém que as ouçam, alguém a quem se apoiar. Eu sei disso porque já precisei de todas essas coisas. Então, serei esse alguém.
Eu sinto que posso segurar o mundo com todo o meu coração. Se o amor pode salvar o mundo, então talvez eu possa também. O amor pode salvar o mundo e talvez, quem sabe, me salve também.

Comentários

  1. Oi! Adorei o post e o seu blog, claro...

    http://olacocorderosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que texto mais lindo, você é talentosa.
    Eu acredito que o amor é capaz de salvar o mundo, e também de salvar todos que precisam ser "salvos". Adorei o texto :3
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
  3. Nos rebelamos com os pequenos detalhes da nossa caminhada, mas temos que aprender a não nos apegar a eles, porque essa não é a escolha certa. Beijo

    ResponderExcluir

Postar um comentário