Pular para o conteúdo principal

Casa vazia. Mesa vazia. Nenhum grito, nenhum som, além dos carros que correm lá fora.
Ninguém para me dizer o que fazer. Ninguém para me lembrar de que estou atrasada. Ninguém para me irritar.
Ninguém para me fazer sorrir.
Ninguém para me receber quando eu chegar cansada. Ninguém para encontrar o meu par de meias que sempre perco.
E eu não sei. Acho que não conseguirei mais segurar as minhas lágrimas. Eu me sinto só, entende? Eu nunca percebi o quanto importante você é para mim e agora você está longe demais para que eu diga.
Ah, volta logo, vai. Volta logo. Não posso ter uma boa noite sem os seus beijos.

Comentários