Pular para o conteúdo principal

Ao garoto da camisa listrada

Oh querido, pelos céus e pelo mar, apareça novamente, qualquer dia da semana, mas me traga a arma perfeita para matar minhas dúvidas. Oh querido, venha dar certeza ao que eu nem sei muito bem se existe. Vi passar apenas uma vez o menino com a beleza mais admirável que meus olhos contemplaram e me bastou. Mas caro leitor, não é apenas da beleza que tinha seu cabelo, seu corpo, seu sorriso que falo. Essas são coisas tão banais que o tempo leva depressa, não entregaria meu mais sublime amor por algo passageiro. Falo do que ele levava no olhar, coisa que poeta nenhum, canção alguma, artista nenhum poderá explicar. Nem mesmo eu. Porém, ouso a tentar. Era algo simples, como se fosse uma felicidade de criança, entretanto era deveras hipnotizadora e tinha um ar de perigo, como se o bem e o mal se encontrassem ali. Como um imã, seu olhar bateu no meu e me puxou de dentro para fora. Tentar me afastar seria nadar contra a maré. Seria inútil. Entreguei-me naquele momento aos olhos mais travessos que podem existir. Não eram somente seus olhos, era todo o seu conjunto de fascinações. Era algo que o tempo não leva e a velhice não destrói. Deste então, jurei ser apenas daquele moço travesso, estaríamos juntos até a velhice chegar e ele continuaria sendo o mais bonito e seria meu par. Não há um dia sequer que eu não vá até a janela olhar passar os carros, as bicicletas e o mundo inteiro, na espera que ele passe algum dia. Tento me convencer de que ele não se foi e não volta mais, pois ele volta. Há de voltar. O mais rápido possível. Não tarde, meu amado, te guardo o mais doce amor, o mais verdadeiro amor. Venha buscar o que você deixou aqui, venha. Nem que seja uma vez ou duas, nem que seja para sempre, mas venha.

Comentários

  1. "Era algo simples, como se fosse uma felicidade de criança, entretanto era deveras hipnotizadora e tinha um ar de perigo, como se o bem e o mal se encontrassem ali."

    Este trecho é muito bom.
    ____



    http://trecosdobau.blogspot.com/

    ______
    Participem do Projeto!!! Edições em breve!

    ResponderExcluir
  2. A insegurança do amor! "Nem que seja uma vez ou duas, nem que seja para sempre, mas venha." Nos faz depender dele, respirar dele, viver dele. Mas quem disse que é algo ruim?
    Adorei seu blog, parabéns :)

    ResponderExcluir
  3. Estou seguindo. Obrigada pela linda visita. Lá no blog tá tendo concurso e amanhã inscrição para destaque.

    ResponderExcluir
  4. Olhares... sim, muitos deles são, realmente, hipnotizadores.
    Meio hipotética a história, mas bem resolvida enquanto palavras e mal resolvida tendo-se o sentimento, hehe. Gostei demais.

    http://palavrasasas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário