Pular para o conteúdo principal

R.I.P

Aqui jaz meu coração,
Desfalecido e fragmentado,
Esfarelado em suas mãos,
Como um vidro que cai ao chão,
Estilhaçado.
Lembro com saudades,
Daquele seu sorriso bonito,
Da sua voz cantando no piano comigo,
Fazendo qualquer coisa para me ver sorrir.
Você fazia piadas do nada,
E sempre dizia que me amava,
Todo mundo que olhava, via,
Que todo o amor que eu tinha,
Sempre foi seu.
Mas eu te vi partindo, de pouco em pouco,
Sumindo com um sorriso no rosto
Só para não me assustar.
Você relembrava sempre dos meus erros e falhas
E de tudo o que eu dizia,
Você quase não acreditava em nada.
Mas hoje eu sinto falta até das suas coisas chatas,
Que no fim da noite, era o que me alegrava.

Comentários