Pular para o conteúdo principal
Não é fácil escolher entre dois caminhos
Onde ambos parecem tão certos e errados
Onde sua mente e seu coração vivem em guerra
Em busca do mesmo objetivo.

Parece tão fora de lógica, sem nexo,
Eu ali tentando não ferir
E ferindo cada vez mais, cada um e todo mundo.
E me machucando, assim, em dobro e triplo.

Uma parte de mim deseja, secretamente, a solidão,
Somente eu e ninguém mais, tão simples isso seria.

Mas outra parte, uma da qual tamanho não sei,
Necessita dolorosamente de alguém.

Mas não qualquer alguém
Um alguém, meu alguém, sem ninguém mais.
Mas qual caminho me leva para o alguém certo?
Qual alguém devo manter por perto?

(Rayanne C.)

Comentários

Postar um comentário